Revista Eletrônica Don Domênico

Cláudia Santos do Nascimento Gomes

Editora

Em março de 2020, quando o mundo se deparou com a “invasão” do Coronavírus, não se imaginou tamanha mudança de hábitos, comportamentos, sentimentos, atitudes e prioridades. Houve grande transformação na rotina de todos para evitar a disseminação do vírus letal que assolou o mundo, além disso, muitos aprendizados, serão arraigados na vida dos indivíduos por um longo tempo. No entanto, a indagação que persiste é: O que aprendemos com a pandemia? É certo que houve um aprendizado, ou ao menos uma identificação com as lições trazidas por ela.

A Revista Eletrônica de divulgação científica Don Domênico do UNIDON, nesta 12ª. Edição traz à discussão temas instigantes tratados dentro e fora da pandemia.

Destaca-se ainda mais o protagonismo da tecnologia na educação nesse contexto de pandemia, a tecnologia como aliada do processo cognitivo integrada ao cotidiano escolar de diferentes formas está sendo necessária para que funcione não como um objetivo, mas como um processo que possibilite interatividade, dinamismo e novos tipos de concepções de aprendizagem.

Ponto de extrema importância, a alimentação foi o foco das discussões durante o isolamento e despertou comportamentos variados nos indivíduos, trazendo vários estudos acerca das mudanças de hábitos durante a fase de isolamento, com variantes de utilização de alimentos.

Contudo, o maior efeito da pandemia diz respeito à saúde mental, em manter-se bem durante o período de afastamento social e a fazer-se bem. A inteligência emocional faz-se necessária para assegurar o desenvolvimento do autoconhecimento, saber lidar com as emoções, ter autocontrole emocional e reconhecer as emoções dos outros, e assim, equilibrar os efeitos, que, de certo, passarão, da pandemia.


Boa Leitura!

Guarujá - ISSN 2177-4641 - Periodicidade Semestral